Sensor-ultrassonico-como-ele-funciona-blog
Balluff Brasil
Balluff Brasil
2 de agosto de 2018

Sensor ultrassônico: como ele funciona e de que modo pode ajudar a sua indústria?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
O uso de sensores torna os processos industriais mais seguros e eficazes, independentemente do segmento em que a empresa atua. A categoria de sensores ultrassônicos, por exemplo, possibilita uma série de aplicações que, ao fim, evitam a perda de materiais, quebra de equipamentos, e falhas que impactam diretamente na qualidade do produto que chega ao cliente. Veja neste artigo outros detalhes sobre o sensor ultrassônico, um dispositivo compacto capaz de fazer uma grande diferença em sua indústria.  

Como funciona o sensor ultrassônico?

Semelhante ao sonar dos morcegos, o sistema do sensor ultrassônico funciona tem como princípio de funcionamento a emissão de uma onda sonora de alta frequência. O objeto a ser detectado (que é capaz de refletir essa onda) resulta em um eco, que é convertido em sinais elétricos. A detecção desse eco depende da intensidade e da distância entre o objeto e o sensor. É a partir disso que se sabe se o objeto está dentro dos parâmetros estabelecidos, ou mesmo se está no local para o sensor identifica-lo. Na prática, isso significa que por meio do sensor ultrassônico, é possível, por exemplo:
  • Registrar a posição dos objetos
  • Realizar a medição de distância ou o registro de meios sólidos, em pó ou líquido
  • Medir níveis
  • Contar objetos
  • Medir o diâmetro de bobinas
E o melhor: o sensor ultrassônico apresenta uma detecção confiável e sem contato, independente da textura, cor ou formato do objeto a ser identificado, o que inclui itens transparentes. A presença de névoa, poeira ou sujeira também não influencia no resultado da detecção.

Aplicações do sensor ultrassônico industrial

Sensores ultrassônicos industriais possuem uma gama de aplicações extremamente versátil, da indústria alimentícia à química ou automotiva. Veja alguns exemplos das principais aplicações desse dispositivo:
    • Detectar objetos Com o sensor, é possível monitorar o preenchimento das embalagens de forma precisa na indústria de alimentos, garantindo que a quantidade correta de produto chegue ao cliente final
    • Monitorar o nível de preenchimento Checagem do nível de itens a granel (como grãos) em recipientes (ou mesmo itens líquidos ou sólidos em recipientes estreitos)
Outra aplicação é a verificação da vedação das embalagens, a fim de assegurar a qualidade do produto que contêm
  • Detectar rompimento do fio Em uma indústria com bobinamento ou desbobinamento de fios e cabos, é possível detectar o rompimento dos mesmos
  • Identificar o posicionamento O sensor detecta a posição de chapas metálicas – de qualquer cor ou mesmo com rugosidade
  • Medir altura ou largura do objeto Com sensores ultrassônicos é possível verificar se a altura ou largura do objeto estão de acordo com o padrão estabelecido, mantendo a qualidade do produto
  • Monitorar quebra de folha Neste caso, o sensor é utilizado para verificar se a quebra de folhas (de alumínio ou de papel, por exemplo) está correta
  Os usos dos sensores ultrassônicos são abrangentes, por esse motivo os dispositivos estão entre os mais versáteis da automação industrial. Em comum, está o fato de que aumentam a produtividade na indústria e auxiliam na redução de custos por perda de produtos e falhas de processo e na segurança. Na Balluff, você encontra sensores ultrassônicos resistentes a pressão, com saída analógica ou com saída digital. Para saber qual o equipamento ideal para otimizar a produção em sua indústria, entre em contato com os especialistas da Balluff.
Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.