Saiba por que a digitalização é uma necessidade para a indústria

12 de outubro de 2021

A adesão às perspectivas digitais é o caminho para garantir a competitividade no segmento fabril, e automatizar os processos pode ser o seu primeiro passo para o sucesso nesse percurso.

 

Uma empresa cuja operação industrial não esteja embarcando na digitalização de processos, não valoriza o seu negócio. Sabe por quê? Modernizar a sua fábrica é necessário para garantir que ela faça parte da Indústria 4.0, com ainda mais competitividade no seu ramo de atividade.

E não é só isso. O processo de transformação da manufatura representa a possibilidade de rotinas mais preditivas, as quais impactam diretamente na rapidez e eficiência de toda a operação. Ou seja, menos desperdícios, custos reduzidos e maior produtividade.

Quer saber mais sobre como isso funciona e ter insights sobre os melhores caminhos a percorrer, fazendo da inovação uma aliada para os melhores resultados? Confira este artigo!

Digitalização x transformação digital

Antes de mais nada, vamos começar explicando a diferença entre digitalização e transformação digital, dois conceitos que ainda geram muitas dúvidas e que, apesar de serem considerados sinônimos, não são.

A digitalização representa o processo em que se aplicam as tecnologias digitais para simplificar a rotina operacional, apostando na automação industrial, tanto das operações como dos processos de negócio, para tornar tudo mais rápido e eficiente.

A transformação digital, por sua vez, vai além. Nesse caso, falamos da mudança profunda dos processos, competências e modelos de negócio, visando tirar o máximo proveito das tecnologias digitais. Isso garante às empresas ferramentas para uma tomada de decisão mais dinâmica. É o que acontece com quem adere aos sistemas de visão ligados à inspeção de qualidade na indústria, identificando falhas e erros, com eficácia e excelência.

Agora que você já sabe a diferença, vamos falar mais sobre a digitalização!

Os benefícios da digitalização de processos

A digitalização é a melhor maneira de mostrar a qualidade do produto ou serviço, garantindo credibilidade e muitos outros benefícios. Separamos os principais motivos para você embarcar nessa jornada:

Times em sintonia

A digitalização simplifica a contratação, a capacitação e a retenção de talentos com competências técnicas alinhadas à empresa. Uma equipe qualificada reflete em produtividade e na satisfação dos clientes.

Otimização do tempo

No ambiente corporativo, o tempo vale muito. São prazos que devem ser cumpridos, e por meio da digitalização de processos, com as ferramentas e os recursos certos, as atividades são agilizadas.

Redução de custos

A tecnologia é uma importante aliada na redução dos gastos de uma empresa, pois as soluções digitais auxiliam na eliminação dos desperdícios.

Aumenta a produtividade

A digitalização de processos otimiza o trabalho dos colaboradores e diminui a ocorrência de erros. É mais agilidade e eficiência, impulsionando a produtividade.

 

Os desafios a superar

Já vimos que a digitalização é algo necessário para a empresa, mas sua adoção envolve barreiras que precisam ser equacionadas pelos segmentos industriais que buscam alavancar rotina e resultados.

Um dos desafios é a promoção de uma mudança cultural, com a integração de pessoas, equipamentos e processos em perfeita harmonia. Para isso, é necessário treinar a equipe, preparando-a para o que está por vir.

Dessa forma, todos os envolvidos compreendem como é essa dinâmica – desde o financeiro até o atendimento ao cliente. Isso porque uma fábrica digitalizada consegue direcionar o foco da produção para aquilo que o consumidor precisa com mais clareza sobre os objetivos dos projetos.

Outro desafio é a substituição de equipamentos obsoletos por máquinas modernas, voltadas à automatização das tarefas. Assim, o que antes era feito a passos lentos, hoje precisa se valer da digitalização para que o processo produtivo seja acelerado, possibilitando alterações e correções com total eficiência a fim de satisfazer as necessidades do cliente.

Também não podemos esquecer de que tudo isso só será possível se houver uma perfeita integração entre as áreas de TI e TA. Enquanto a Tecnologia da Automação ajusta o processo, a Tecnologia da Informação mantém a confidencialidade das informações. Logo, sem a devida convergência, fica inviável o gerenciamento de um volume maior de dados.

A importância da perfeita sinergia entre essas duas áreas nos processos de digitalização da fábrica é tema de um e-book específico que preparamos, e você pode acessá-lo aqui.

Essa parceria está por trás, por exemplo, da implementação de metodologias que favorecem deixar para trás outros entraves muito presentes na indústria. Falamos dos desperdícios de material, dos altos custos e do tempo perdido. Um dos principais exemplos é a chamada manufatura enxuta ou filosofia Lean, muito empregada pelos gestores para efetivar uma entrega de qualidade.

Para saber mais sobre Lean, assista ao Webinar que a Balluff promoveu sobre o assunto, clicando aqui!

 

As tecnologias do futuro

A chegada da Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, vem mudando as rotinas das fábricas a partir de elementos como Inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), Big Data, robótica, soluções em nuvem e outros avanços. São possibilidades que se agregam a soluções cada vez mais inovadoras para a automação industrial. Veja alguns exemplos

  • Os sensores permitem detecção de movimentações, contagem de material, controle de direção, definição de nível de fluidos, verificações dos materiais e ainda ajudam a melhorar a segurança no uso dos equipamentos.
  • A tecnologia via radiofrequência (RFID) facilita a máxima eficiência e redução de custos, com o monitoramento de itens até mesmo fora da empresa. Muito fácil de usar, oferece velocidade na leitura, integração com sistemas e flexibilidade de aplicações, desde o controle de produção ao gerenciamento logístico.
  • Os dispositivos de visão, como os sensores óticos, auxiliam na gestão de qualidade do produto. São capazes de identificar falhas, evitando a perda de um lote, além de gerar mais eficiência e economia para a indústria.
  • O IO-Link é a tecnologia utilizada para trazer excelência na comunicação entre todos esses processos fabris. Ele é considerado o USB da indústria, ao padronizar a troca de um grande volume de dados entre sensores e atuadores, permitindo rápida comunicação, transparência de informação, diagnósticos, parametrização remota, entre diversas outras vantagens.

Se você está instigado e querendo saber ainda mais sobre digitalização de processos, não deixe de conferir os cases da Balluff focados nesse objetivo. São exemplos de como agregar valor à sua operação, reduzindo os riscos e aumentando a produtividade.

E não deixe de acompanhar, também, o nosso LinkedIn. Lá você fica por dentro do que acontece no universo de automação industrial!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Vamos conversar! Para dúvidas ou informações sobre a Balluff, preencha os dados abaixo: