Saiba o que considerar ao escolher sensores de proximidade

Como equilibrar a equação de sucesso da IIoT
Como equilibrar a equação de sucesso da IIoT
11 de fevereiro de 2019
O valor oculto das soluções "True" IIoT: entenda o impacto da Internet das Coisas na indústria
O valor oculto das soluções “True” IIoT: entenda o impacto da Internet das Coisas na indústria
27 de fevereiro de 2019

Identificar a presença de objetos e saber quão próximo eles estão na linha de produção é imprescindível para que os processos fluam normalmente no ambiente industrial. Com os sensores de proximidade é possível fazer isso, já que os dispositivos contam com tecnologias que garantem a precisão para medir e identificar itens de forma contínua.

Mas você sabe o que é preciso considerar para escolher um sensor de proximidade? Veja a seguir as principais características que influenciam na decisão.


Princípio de funcionamento do sensor de proximidade: sensor indutivo, sensor capacitivo ou sensor fotoelétrico

Três categorias se enquadram como sensores de proximidade: sensores indutivos, sensores capacitivos e sensores fotoelétricos. Em cada uma delas a detecção do objeto é feita com base em um princípio de funcionamento.

Os sensores indutivos atuam a partir do campo magnético; ou seja, o item, ao se aproximar, altera esse campo, fazendo com que haja a função da identificação de objetos pelo sensor. Tais sensores possuem diversos formatos construtivos e são adequados para as mais diversas aplicações.

Os sensores fotoelétricos ou ópticos, por sua vez, detectam objetos não transparentes, sem contato. O funcionamento ocorre da seguinte forma: ao passar pelo sensor, o objeto interrompe a luz entre o circuito e o dispositivo. Deste modo, os sensores identificam que há um produto no local.

Já o sensores capacitivos detectam objetos dos mais diversos materiais - vidro, papel, madeira, plástico e cerâmica, por exemplo. Embora a aplicação mais comum dos sensores capacitivos seja a detecção de líquido, granulado e/ou pó através dos recipientes, vale lembrar que os sensores capacitivos podem atuar perfeitamente como sensores de proximidade.




Distância de medição dos sensores de proximidade

Cada empresa necessita de um sensor de proximidade, de acordo com as características específicas de seu processo produtivo. E os sensores apresentam variações em questão de capacidade de medição da distância, fazendo com que haja um produto adequado para cada aplicação.

A exemplo dos sensores Balluff, a distância de medição dos equipamentos pode variar de acordo com os modelos e princípios de funcionamento.

- Sensores de proximidade indutivos: o alcance varia conforme o tipo de sensor indutivo. Há modelos standard com até 30mm; outros, analógicos, chegam a 50mm. Os sensores de posicionamento dentro dessa categoria podem alcançar até 133mm.

- Sensores de distância ópticos ou fotoelétricos: faixa de medição que varia de 20mm a 20m.

- Sensor de proximidade capacitivo: quando utilizados para a detecção de objetos, podem identificá-los a 25mm de distância.




Sensor de proximidade para ambientes severos

Há, ainda, outro fator a considerar ao escolher sensores de proximidade: a necessidade de requisitos especiais. Quando os equipamentos serão instalados em ambientes com altas temperaturas ou pressão, por exemplo, é preciso optar por dispositivos resistentes a esses fatores, a fim de garantir o bom funcionamento do sensor e também sua longa vida útil.

Por fim, vale lembrar que a qualidade dos sensores de proximidade é fundamental para que sua função seja exercida com o máximo de eficiência, trazendo economia e bons resultados para a empresa em todos os aspectos.

Se você precisa de ajuda para encontrar o sensor de distância ideal para sua indústria, entre em contato com a Balluff e solicite uma consultoria dos nossos especialistas!listas!