RFID
Balluff Brasil
Balluff Brasil
26 de julho de 2019

Rastreabilidade de produção: por que a etiqueta de radiofrequência é a solução para auxiliar nesse processo?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

A etiqueta de radiofrequência é um dos componentes fundamentais para uma solução de rastreabilidade completa na indústria. Aliadas a dispositivos de leitura, processamento e configuração RFID (e também conhecidas como TAGs RFID), as etiquetas resultam em máxima eficiência e redução de custos para as organizações, por permitir o monitoramento dos itens até mesmo fora da empresa.

Saiba mais sobre o assunto neste artigo.

Rastreamento com etiqueta de radiofrequência em equipamentos

Quanto maior a visibilidade do processo, melhor. Afinal, com mais visibilidade, mais controle sobre as adversidades com maior possibilidade de implementar estratégias inteligentes. E a etiqueta de radiofrequência e as demais soluções de rastreabilidade (configurador RFID, antenas e processadores) trazem essa possibilidade em todas as etapas, da matéria-prima ao produto final.

Isso porque a TAG RFID é uma mídia onde ficam armazenadas as informações do objeto em que ela é aplicada e que será rastreado. Com a aplicação da TAG em máquinas operatrizes, por exemplo, é possível localizar e identificar o status de cada equipamento. Além disso, o sistema de RFID permite observar os parâmetros de configuração, utilização e dados da vida útil da ferramenta.

Outros ativos industriais rastreados por meio da etiqueta RFID são:

– Subsistemas de automação modular

– Moldes e matrizes

– Pallets e containers

– Ferramentas manuais

– Tanques, recipientes de armazenamento, entre outros materiais.

Vale lembrar que a tecnologia RFID também é fundamental para o processo de Kanban, cujo objetivo é mapear e localizar os componentes dentro da planta industrial. Com a inovação, o processo se torna automatizado, ou seja, mais rápido e confiável.

Rastreamento com etiqueta de radiofrequência em produtos

Outra aplicação das TAGs RFID é no próprio produto fabricado. Com isso as empresas podem gerenciar recalls com mais eficiência, já que a identificação e localização dos itens é muito mais ágil. Além disso, ao garantir o rastreamento inteligente de peças que vão para o processamento final em outras empresas, ou mesmo produtos finalizados, as empresas podem aprimorar a qualidade dos itens, reduzindo custos e atuando de forma estratégica para alavancar sua competitividade no mercado.

Se você ficou interessado em saber mais sobre a etiqueta de radiofrequência e RFID, baixe agora o White Paper técnico gratuito “Sensores e RFID” e descubra por que esses equipamentos são indispensáveis para a indústria!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.