Evite-problemas-nos-seus-processos-industriais-em-3-passos-blog
Evite problemas nos seus processos industriais em 3 passos
5 de setembro de 2017
Tudo-o-que-você-sempre-quis-saber-sobre-conectividade-na-indústria
Tudo o que você sempre quis saber sobre conectividade na indústria
5 de setembro de 2017

Perder dinheiro com energia é algo que nenhum gestor deseja que aconteça na sua indústria, mas, apesar disso, muitos continuam tomando as mesmas atitudes e até negligenciando aspectos essenciais, como é o caso das fontes de alimentação.

Quem está investindo em automação industrial, já pode estar colhendo frutos importantes, inclusive com uma redução da energia elétrica. Porém, para que tudo funcione adequadamente é essencial escolher os melhores equipamentos e fontes de alimentação, que sejam compatíveis com os sensores que você usa e capazes de manter uma alimentação de tensão eficiente e confiável.

Quer saber mais sobre esse assunto e descobrir como reduzir as perdas de dinheiro com energia na sua indústria? Continue a leitura!


Qual a importância de escolher corretamente as fontes de alimentação na minha indústria?

Quando vamos construir uma casa, nunca começamos os trabalhos pelo telhado, não é mesmo? Na hora de automatizar a sua indústria, o mesmo cuidado deve ser feito. Isso significa que a base é essencial para que todos os sensores e equipamentos funcionem adequadamente e de modo seguro.

Escolher corretamente as fontes de alimentação garante que toda a distribuição e alimentação dos seus equipamentos estão adequadas as suas necessidades, evitando sobrecarga e reduzindo as chances de problemas de segurança, como curtos-circuitos e incêndios.

Além disso, muitos sistemas modernos oferecem, por exemplo, informações importantes sobre a rede, garantindo um diagnóstico constante, evitando que problemas não identificados coloquem em risco toda a sua indústria, levando até mesmo a queima de equipamentos vitais (e caros).

A alimentação adequada garante:

  • funcionalidade de todos os seus equipamentos;
  • segurança para o seu chão de fábrica, reduzindo o número de acidentes;
  • nível de potência adequado em todas as suas aplicações;
  • otimização do uso do maquinário;
  • estabilidade na sua rede;
  • comunicação correta com os seus sensores;
  • maior aproveitamento de todos os benefícios trazidos com a automatização;
  • redução das perdas de energia;
  • economia.

Se você tem visto as suas contas de energia apenas aumentarem, sem saber exatamente o motivo do problema, cuidado, isso pode significar que as suas fontes de alimentação não estão adequadas à sua necessidade, levando a perdas consideráveis.

Para aquelas indústrias que estão investindo em automação, contar com uma fonte adequada a esses sistemas é muito importante, porque sem ela você poderá, por exemplo, não aproveitar todos os benefícios que esses equipamentos podem trazer e até colocar em risco os seus investimentos.


Como escolher corretamente as fontes de alimentação da minha indústria?

Existem muitos fatores que podem influenciar na escolha mais adequada das fontes de alimentação da sua indústria, dependendo da criticidade das aplicações, das necessidades básicas da sua indústria e também dos equipamentos que você usa.

Veja algumas orientações gerais que podem lhe ajudar.


Horas de operação

Um dos principais diferenciais entre as fontes de alimentação de ponta e as alternativas é, sem dúvida, a qualidade dos seus componentes que levam a uma alimentação capaz de suportar as necessidades das indústrias.

Em geral, a demanda energética industrial é bastante intensa, sendo que muitas trabalham em ciclos de 24 horas, 7 dias por semana. Para dar conta de toda essa demanda é essencial optar por fontes de alimentação pensadas para as características industriais.

Além das especificações técnicas e da confiabilidade da marca fabricante, outro indicativo da qualidade do produto é o tempo de garantia. Fontes com 5 anos ou mais de garantia com certeza possuem componentes de qualidade que dão segurança ao fabricante para se comprometer com esse tempo mínimo de funcionamento.


Comunicação IO-Link

Se você trabalha com automação industrial é imprescindível que as suas fontes de alimentação estejam adequadas a esse cenário. Isso significa contar com equipamentos que sejam capazes de fazer um diagnóstico preciso e automático da sua rede através da tecnologia IO-Link.

Em geral, essas fontes de alimentação possuem um sistema de monitoramento integrado que realiza o diagnóstico de maneira contínua, informando sobre o grau de desgaste do aparelho, a vida útil remanescente da fonte de alimentação e a situação atual da carga.

A forma de comunicação pode variar, sendo o mais comum o uso de LEDs de indicação de status que mudam de cor de acordo com a situação diagnosticada. Mas, também existem fontes que trabalham com saídas digitais, emitindo sons de alarme e informações detalhadas sobre o status do aparelho, dos parâmetros operacionais e do histórico – que podem ser consultadas também através do IO-Link.


Fontes de alimentação a prova de curto-circuito

O curto-circuito é um dos principais motivos de incêndio nas indústrias e muitas vezes este problema é causado por circuitos mal planejados e que não foram adequados para receber a grande quantidade de carga para as aplicações.

Em geral, um curto-circuito dá alguns sinais claros de que está acontecendo, como faíscas, estrondos e até explosões. Para evitar essa situação, além de planejar adequadamente a sua instalação, é fundamental usar equipamentos que estejam adequados a sua necessidade de carga.

As fontes de alimentação a prova de curto-circuito evitam que pequenos acidentes signifiquem a queima de componentes importantes e, algumas vezes, bem caros, mantendo a integridade da sua rede e a segurança dos seus funcionários.


Temperaturas de operação e ambientes agressivos

O calor é um elemento que costuma estar bastante presente nos ambientes industriais e ele também pode ser um dos principais inimigos das fontes de alimentação. Para piorar a situação, muitas vezes essas fontes ficam protegidas dentro de quadros de alimentação (evitando que a poeira industrial se acumule), o que pode aumentar ainda mais o calor nesses equipamentos.

Para evitar esse problema, a regra básica é que todos os quadros tenham dissipadores de calor com ventilação forçada. Além disso, se a sua indústria sofre com o calor excessivo é essencial buscar por fontes que estejam de acordo com a temperatura de operação dos seus equipamentos.

Outro problema que pode acontecer é a presença de poeira industrial e outras partículas presentes no ar. Isso significa que, em muitos casos, a ventilação forçada não pode acontecer por piorar a situação. Nesses casos é preciso optar por fontes de alimentação tipo fanless, projetadas para operações sem ventilador quando são instaladas de maneira adequada, permitindo que o calor seja dissipado pela carcaça metálica.

Como você pode notar, escolher adequadamente as fontes de alimentação da sua indústria é algo extremamente importante e capaz de garantir a eficiência dos seus equipamentos, a segurança do seu chão de fábrica e, claro, economia, reduzindo as perdas de energia.

Para fazer isso é essencial conhecer muito bem as demandas da sua indústria e buscar por opções de fontes de alimentação alinhadas com as suas necessidades e que estejam em sintonia com os sensores e outros equipamentos utilizados na automação industrial.

Depois dessas informações, ficou mais fácil diminuir o quanto de dinheiro você perde com energia elétrica? Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse tema, deixe um comentário pra gente.

sensores-industriais