IO-Link-tecnologia-de-redes-industriais-blog
Balluff Brasil
Balluff Brasil
28 de outubro de 2017

Gateway IO-Link: principais detalhes dessa tecnologia de redes industriais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

A automação industrial é um ramo que não para de crescer – e com ela novas necessidades foram surgindo, como a exigência da criação de dispositivos de campo inteligentes.

Essa demanda fez surgir uma variedade enorme de interfaces, com características mecânicas e elétricas bastante distintas.

O IO-Link surge através da colaboração entre várias empresas do setor de tecnologia industrial, como uma solução viável e revolucionária.

Podemos comparar o IO-Link com a revolução trazida pelo USB no mundo da computação, permitindo uma simplificação notável no que tange a instalação, além da ampliação da capacidade das redes e a enorme possibilidade de diagnósticos e de configuração de parâmetros.

Quer saber mais sobre o gateway IO-Link e como essa tecnologia tem revolucionado as redes industriais? Então continue a leitura!

 

O que é o gateway IO-Link?

Antes do surgimento da tecnologia IO-Link, os controladores apenas podiam se comunicar com os fieldbus, mas não conseguiam se comunicarem no nível de sensores e atuadores.

O IO-Link foi o primeiro a conseguir fazer com que sensores e atuadores se comunicassem, permitindo, ainda, uma parametrização de dispositivos de forma central, transmitindo diagnósticos a partir do equipamento até o controlador e a troca de dados de forma digital e com alta tecnologia de sinal.

Independente da complexidade da sua rede industrial, com a tecnologia IO-Link você pode ligar via plug-and-play usando sempre o mesmo cabo padrão de 3 fios, sendo a peça chave de toda essa instalação o máster IO-Link, que se comunica com o controlador através do fieldbus e do gateway IO-Link ao nível dos sensores e atuadores.

Assim, podemos entender que o gateway IO-Link funciona junto com o máster IO-Link e trabalhando de modo a suportar as principais tecnologias de redes industriais (como EtherNet IP, Profinet e outros que falaremos mais adiante), permitindo uma integração rápida e simples às suas instalações já existentes.

 

Quais as vantagens do uso do gateway IO-Link?

Após ler o tópico acima, é bem provável que você já tenha identificado algumas vantagens importantes no uso do gateway IO-Link, não é mesmo?

Veja mais algumas:

  • comunicação rápida e simples com os seus sensores e atuadores, permitindo uma leitura adequada do estado das suas máquinas e um controle mais preciso da sua produção;
  • facilidade de ampliação das suas redes industriais, sem necessidade de uso de materiais diferenciados ou caros (tudo pode ser feito com cabos padrões);
  • o gateway IO-Link consegue ‘conversar’ perfeitamente com as principais tecnologias de redes industriais usadas atualmente, além de suportar uma grande variedade de fabricantes de dispositivos IO-Link;
  • reduz os custos de manutenção e de cabeamento;
  • reduz o tempo de programação e em alguns casos até elimina a necessidade de programação PLC;
  • gateway IO-Link funciona constantemente integrado ao máster IO-Link oferecendo o tempo todo dados e informações importantes sobre seus sensores e atuadores, permitindo a rápida detecção e correção de problemas;
  • protocolo de comunicação aberto, que permite a utilização de produtos de qualquer fabricante sem a necessidade da compra de produtos específicos;
  • flexibilidade no planejamento do projeto e em futuras ampliações;
  • verificação automática dos diagnósticos gera uma menor necessidade de supervisão e de manutenções;
  • redução da parada de máquinas devido a identificação e localização online dos erros, permitindo a rápida substituição dos sensores e configuração de dados centralizados;
  • a identificação online dos erros reduz a quantidade de manutenções preventivas.

 

Quais as características das redes industriais da Indústria 4.0?

Profibus

A história dessa rede começou em 1987, na Alemanha, quando 21 companhias e institutos uniram forças na criação desse fieldbus. De lá para cá, muita coisa mudou, e desde 1995 o Profibus se tornou o barramento de campo líder no mercado mundial.

Hoje ele é um padrão de rede de campo aberto e independente, com uma interface que permite uma ampla variedade de processos, garantindo vantagens como: flexibilidade, custos reduzidos, segurança, confiabilidade e atendimento a diversas aplicações, além de múltiplos fornecedores.

A Balluff oferece uma gama completa de produtos e componentes para Profibus, sendo todas as soluções compatíveis com IO-Link.

 

PROFInet

Esta é uma rede padronizada do Profibus International, e uma das 14 redes de Ethernet Industrial. É possível encontrar dois tipos de redes PROFInet:

  • PROFInet IO, utilizado em aplicações rápidas e em tempo real;
  • PROFInet CBA, usado em aplicações nas quais o tempo não é crítico.

O PROFInet é um conceito que surgiu devido a necessidade de tecnologia voltada para a automação industrial e por isso permite conectar acionamentos e tecnologias de segurança diretamente à rede.

Em geral, os sistemas que trabalham em base Ethernet costumam ser mais rápidos que o Profibus. O mesmo se aplica ao IO-Link.

 

CC-Link

Hoje essa é a tecnologia mais dominante na Ásia e funciona como um fiedlbus normalizado, permitindo integrar os diferentes componentes da automação, dos mais diversos fornecedores.

Algumas características dessa tecnologia são: transferência constante de dados, comando em tempo real confiável, permite programar comandos através da rede, permite restaurar automaticamente as estações da rede e diagnósticos potentes.

 

DeviceNet

O DeviceNet é um padrão fiedlbus que emprega tecnologia baseada em CAN e foi idealizada para interligar dispositivos inteligentes do chão de fábrica, desde os mais simples como os sensores on/off, até os mais complexos, como as interfaces homem-máquina.

Este também é um padrão aberto de rede, com vários fabricantes ofertando equipamentos e acessórios. Outra característica está relacionada aos sinais de comunicação, que utilizam a técnica de tensão diferencial para os níveis lógicos, reduzindo a interferência eletromagnética e conservando a integridade da informação.

 

Ethernet IP

A Ethernet IP é um padrão mundialmente reconhecido e que tem substituído o DeviceNet em muitas aplicações, já que essa é uma tecnologia mais rápida e ainda permite a integração das tecnologias de acionamento.

Algumas de suas características são: troca de mensagens em tempo crítico, interface homem-máquina, configuração de dispositivos e programas e execução de diagnósticos para todos os dispositivos da rede.

Com as soluções da Balluff, ainda é possível bloquear os endereços de IP e protegê-los de alterações involuntárias, aumentando a segurança e simplificando a manutenção.

Para todas essas tecnologias de redes industriais, o gateway IO-Link é compatível, auxiliando a ter resultados ainda mais expressivos e um controle mais rápido e efetivo dos seus sensores e atuadores.

Ficou interessado pelas soluções da Balluff?

Entre em contato com um dos nossos revendedores e encontre a tecnologia que faltava para a sua indústria!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.