Balluff Brasil
Balluff Brasil
20 de dezembro de 2019

Entenda o funcionamento dos sensores ópticos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Tecnologias de automação industrial ganham cada vez mais espaço por otimizarem os processos. E os sensores ópticos estão entre esses dispositivos.
Saiba mais sobre os equipamentos neste artigo.

Como atuam os sensores ópticos na indústria

 

Cada objeto emite luz de uma determinada maneira, de acordo com seu formato, cor, espessura, tamanho e, ainda, conforme a distância a que está localizado do sensor óptico. Assim, sensores ópticos baseiam-se na emissão e recepção do feixe de luz para detectar substâncias e materiais.

Na prática, isso significa que, numa esteira rolante, o sensor detecta a presença de objetos com precisão e o melhor custo-benefício. O dispositivo dispensa a presença de um colaborador para checar se o padrão da produção se mantém, por exemplo, já que a passagem dos itens no local já indica a quantidade fabricada.

Sensores ópticos podem conter diversos tipos de luz para a detecção de objetos por formato cor, distância ou espessura, seja laser, vermelha ou infravermelha.

Tipos de sensores ópticos

 

Cada aplicação demanda um sensor, ou seja, a emissão de um tipo de luz. Enquanto a luz vermelha é ideal para objetos maiores, como caixas e objetos não-metálicos, o laser é mais preciso, pontual, e indicado para pequenos itens. É comum que a luz infravermelha seja utilizada em fábricas de embalagens, devido a atuação do sensor em objetos transparentes, como vidros e garrafas.

No entanto, não são apenas os tipos de luz que variam nos sensores. Os formatos construtivos e outras especificidades tornam as soluções ainda mais completas.
É possível encontrar na ampla linha de sensores ópticos:

  • Difusos
  • Difusos com supressão de fundo
  • Sensores retrorreflexivos
  • Sensor de barreira
  • Sensor de forquilha
  • Ópticos angulares em “L”
  • Tipo janela
  • BGL – sensores ópticos tipo grade de luz
  • BLA – barreira óptica multifuncional
  • Sensores de cor
  • Sensores de contraste
  • Sensores de luminescência
  • Amplificador para fibra óptica
  • Fibras ópticas
  • Micromote
  • Sensores de distância

Agora que você conhece os sensores ópticos, baixe o e-book Indústria 4.0 e saiba mais sobre o uso da tecnologia da automação industrial para agilizar e tornar seus processos mais eficientes!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.