E-possivel-garantir-a-integridade-dos-seus-equipamentos-na-industria
Balluff Brasil
Balluff Brasil
11 de julho de 2017

É possível garantir a integridade dos seus equipamentos na indústria?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Uma indústria que deseja se tornar competitiva e forte precisa se atentar a inúmeros itens que vão desde o seu chão de fábrica, até as suas ações estratégicas e gerenciais. Um dos problemas que costuma deixar os gestores preocupados é em relação à integridade dos equipamentos. Afinal, sem eles, como produzir?

Gerenciar a integridade dos ativos é algo extremamente importante e que necessita de uma avaliação contínua em todas as áreas da sua indústria, garantindo que tudo está funcionando de maneira adequada, dentro das normas técnicas e dos padrões de segurança.

Quer saber mais sobre assunto e as maneiras de tornar a sua indústria mais produtiva e segura? Continue a leitura!

O que é gerenciamento de integridade?

De uns tempos para cá, um novo termo passou a integrar o vocabulário de vários administradores, é o gerenciamento de integridade dos ativos das indústrias. Mas, você sabe exatamente ao que se refere esse termo?

Gerenciar a integridade dos ativos é realizar um processo contínuo de avaliação que passa a ser aplicado na concepção, construção, instalação e operação de toda a indústria, visando assegurar que todos os ativos sejam e continuem sendo adequados à sua finalidade, evitando problemas de segurança, ambientais e, claro, melhorando a sua produtividade.

Os ativos constituem todos os equipamentos, mas também os demais bens não físicos que possuem valor para as empresas, como os sistemas de informação, os trabalhadores e o próprio produto que a indústria desenvolve.

Pensar em maneiras de gerenciar a integridade desses ativos permite que todos trabalhem com segurança, evitando acidentes e desastres naturais, como vazamentos de petróleo, nas indústrias desse ramo, ou panes elétricas que coloquem em risco de incêndio à indústria.

Como realizar o gerenciamento de integridade da minha indústria?

Já deu para notar que fazer a gestão da integridade dos ativos é algo fundamental para que a sua indústria consiga produzir mais e de maneira segura e adequada, não é mesmo?

Para realizar esse procedimento é essencial que o gerenciamento seja algo constante e que faça parte da sua cultura organizacional, porque ele deve estar presente desde a concepção do seu negócio.

Alguns passos importantes são:

Projeto

Desenvolver uma construção acertada, com base nos parâmetros de engenharia e de segurança para o seu setor, pensando sempre em promover maior competência e autonomia. Na concepção do projeto é essencial que sejam consideradas as atuais necessidades da indústria e também as futuras, planejando como serão possíveis as expansões necessárias para aumentar ou diversificar a produção, por exemplo.

Operação

É essencial desenvolver procedimentos de operação que estejam em sintonia com as normas e os manuais técnicos, de modo a garantir a segurança de todos os funcionários envolvidos.

Inspeção

Não adianta criar procedimentos de operação seguros, se os seus funcionários não o executam de maneira adequada. A inspeção contínua é extremamente importante para a manutenção da integridade dos seus ativos, sempre realizando monitoramentos, avaliações e testes. Esta também é uma etapa importante para verificar possíveis falhas que possam comprometer a sua produção ou a segurança da sua indústria.

Manutenção

Identificados os pontos que necessitam de atenção é hora de realizar os reparos. A manutenção periódica é essencial, mas além dela é muito importante que as falhas sejam gerenciadas. Ou seja, se uma máquina tem apresentado um problema recorrente, faz parte do gerenciamento dos ativos tentar entender quais motivos estão causando aquele problema e resolvê-lo, seja usando novas tecnologias, seja treinando melhor seus funcionários para operarem o maquinário adequadamente.

Essas informações devem estar dispostas e fazerem parte de um programa contínuo de avaliação de riscos que visa estimar a severidade (consequência x probabilidade de ocorrência) de todos os riscos envolvidos, identificando, dessa forma, o que, quando, onde e como inspecionar.

Como garantir que meus equipamentos não sofrerão com problemas?

Mesmo seguindo todos esses passos, não é possível evitar que algumas falhas ou problemas surjam. Porém, criando o hábito e a política de fazer inspeções frequentes na sua indústria, o risco de surgirem situações complicadoras são menores.

Invista em tecnologia

Investir em tecnologia é capaz de tornar a sua produção mais eficiente e segura. Hoje, existem inúmeras soluções nesse sentido, que visam tornar os seus equipamentos menos suscetíveis a falhas e problemas.

Se a sua indústria está situada em uma região que sofre com a queda de energia frequente, por exemplo, contar com equipamentos que ajudem a estabilizar a corrente elétrica é essencial para evitar panes e curtos que podem ocasionar paralização na sua linha de produção ou até mesmo incêndios.

Além disso, os sensores também são ótimas maneiras de garantir a integridade dos seus equipamentos e também a segurança dos seus funcionários. Automatizando a sua linha de produção, você reduz significativamente a chance de falha humana, aumenta a vida útil dos seus equipamentos e, claro, otimiza a sua produção.

Encontre a manutenção ideal para a sua indústria

Em geral, as principais estratégias de manutenção se dividem em três grupos:

Manutenção preventiva: é realizada para impedir que o equipamento apresente falhas ou desgaste, preservando a sua vida útil e evitando falhas prematuras, através da minimização do tempo de inatividade e da otimização da frequência das tarefas da manutenção corretiva.

Manutenção corretiva: é aquela realizada após o surgimento de um problema e é usada para identificar, isolar e corrigir uma falha, buscando restaurar a operacionalidade total do equipamento.

Manutenção preditiva: é composta por várias técnicas que ajudam a determinar a condição exata do ativo, prevendo quando as tarefas de manutenção devem ser executadas. Hoje, é a estratégia mais valorizada dentro das indústrias porque o seu planejamento adequado ajuda a aumentar a vida útil e a segurança do ativo, reduzindo as chances de acidentes e impactos ambientais.

Automatize suas manutenções

Hoje, muitas empresas realizam medições manuais e análises técnicas superficiais dos seus ativos, o que pode causar uma visão errônea da integridade dos seus equipamentos. Além disso, as medições manuais ainda costumam significar grandes quantidades de funcionários, paralizações das linhas de produção e perda de tempo e de dinheiro.

Para resolver essa situação, muitas indústrias estão investindo em tecnologia, com o uso de sensores, sistemas e plataformas que ajudam a realizar essa manutenção de forma automática, ou seja, é como se os próprios equipamentos pudessem indicar os pontos que precisam de maior atenção e cuidado e que podem se transformar em problemas dentro de um período de tempo.

Isso ajuda a reduzir as falhas humanas, diminui a quantidade de mão-de-obra necessária, otimiza seus custos e ainda lhe dá mais segurança de que tudo está funcionando de maneira adequada e dentro das normas de segurança.

Gostou de saber como garantir a integridade dos equipamentos da sua indústria? Se você quer continuar recebendo dicas interessantes como essa, assine a nossa newsletter e não perca mais nenhuma das nossas publicações!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.