Por-que-pensar-na-industria-4-0-hoje-vai-lhe-poupar-dinheiro-amanha-blog
Balluff Brasil
Balluff Brasil
5 de setembro de 2017

Como diminuir as perdas de energia na sua indústria?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

A energia elétrica é, sem dúvida, um dos custos que mais impactam a indústria brasileira. Não à toa que o termo “eficiência energética” tem sido tão debatido, com a busca de novas soluções que ajudem a reduzir o consumo, otimizar os custos e melhorar a produção.

E, para chegar nesse cenário ideal, reduzir as perdas de energia é algo extremamente importante – afinal ninguém quer ter de pagar uma conta mais alta do que realmente precisa. Mas, apesar disso, muitos gestores ainda não se atentaram para algumas ações que podem comprometer a eficiência do seu maquinário e aumentar os seus custos de produção.

Quer saber mais sobre esse assunto? Continue a leitura!

 

Por que eu devo me preocupar com a eficiência energética na minha indústria?

É claro que reduzir os custos é a principal vantagem quando falamos na busca pela eficiência energética – mas esse não é o único atrativo. Buscar por maneiras de consumir menos energia pode trazer outras vantagens importantes para o seu negócio.

Investir em soluções sustentáveis, por exemplo, ou fontes alternativas de energia ajuda a reduzir o quanto você depende da concessionária, impactando no seu financeiro e também na forma como você produz – lhe dando mais autonomia, sendo uma maneira muito interessante para aqueles locais que sofrem constantemente com problemas de abastecimento.

Além disso, buscar reduzir perdas de energia e o uso desse recurso de uma maneira geral faz com que a sua indústria seja reconhecida pelos seus públicos de interesse como uma empresa social e ecologicamente responsável, ajudando a sua marca a se diferenciar no setor.

Outra vantagem óbvia é o aumento da competitividade, afinal, reduzindo os custos, você poderá produzir mais e melhor, com margens de lucro muito mais interessantes.

E, por último, um ponto que poucos gestores costumam pensar é a segurança na sua indústria. Perdas de energia podem ser responsáveis por curtos-circuitos e panes elétricas que podem colocar em risco o funcionamento dos seus equipamentos e até mesmo levarem a incêndios e outros problemas mais graves.

 

Formas eficientes de reduzir as perdas de energia na indústria

Já está convencido de que evitar o desperdício de energia elétrica é essencial em qualquer indústria? Então confira as dicas que podem lhe ajudar.

 

Confira a necessidade do uso dos equipamentos

Um motivo bastante recorrente que pode levar a um alto consumo de energia elétrica é manter alguns equipamentos ligados sem necessidade. Se determinada máquina não está sendo operada (e nem será em breve), por que mantê-la ligada?

Lembre-se que alguns equipamentos, mesmo em stand by, consomem bastante energia. Por isso, otimize os seus processos para que nenhum maquinário fique ligado e ocioso. Isso vale não só para a sua linha de produção, mas também para os seus setores administrativos – afinal, toda economia conta.

 

Atualize seus equipamentos

Maquinários antigos e obsoletos também são constantemente fontes de problemas – e de gastos. Lembre-se que, há alguns anos, não havia tanta preocupação com eficiência energética e por isso muitas das empresas que produziam os equipamentos não se importavam em reduzir o consumo de energia dos mesmos.

Além disso, não existiam tantas tecnologias como as que temos acesso hoje, o que significa dificuldade em gerir a energia consumida pelo maquinário. Atualizar o seu chão de fábrica pode parecer algo muito caro em um primeiro momento, mas certamente significará uma economia em longo prazo, com redução do número de manutenções, paradas e, claro, com um consumo de energia elétrica muito menor, para uma produtividade maior.

 

Evite o baixo fator de potência

O baixo fator de potência pode ser causado por vários motivos, como:

  • motores e transformadores superdimensionados;
  • maquinários que operam “em vazio” ou com pequenas cargas;
  • excesso de energia reativa capacitiva;
  • entre outros.

Na maioria das vezes, essa situação resulta em aumento na corrente total que circula nas redes de distribuição de energia elétrica da concessionária e das unidades consumidoras, podendo prejudicar a estabilidade e as condições de aproveitamento dos sistemas elétricos, levando a perdas na rede, queda de tensão e cobranças de excedentes reativos.

 

Não sobrecarregue suas redes

Essa parece uma dica básica, mas ainda assim muitas indústrias não estimam de forma correta a quantidade de equipamentos ligados a uma mesma rede, levando a sobrecargas e a problemas muito mais graves, inclusive colocando em risco o funcionamento do seu maquinário.

Por isso, é sempre importante contar com o auxílio técnico e realizar vistorias frequentes, evitando que o layout da sua fábrica cause excessos na sua rede.

 

Invista em tecnologia de alimentação

Muitos gestores estão investindo em tecnologia para a automação industrial e para melhorarem a integração dos seus setores – o que é ótimo, mas acabam se esquecendo de fazer a lição de casa, cuidando para que a distribuição da energia e a alimentação de toda essa tecnologia seja feita de maneira adequada.

Se você trabalha com sistemas IO-Link ou outras fontes de comunicação, é importante garantir que seus sistemas de alimentação são compatíveis e que oferecem, por exemplo, manutenções preditivas de forma inteligente – evitando que alguma sobrecarga ou outro problema aconteça.

Investir em alimentação confiável garante que todos os seus equipamentos estarão abastecidos com o nível de potência apropriado em todas as suas aplicações.

Além disso, muitos sistemas modernos oferecem, por exemplo, informações sobre a situação atual de carga, o grau de desgaste do aparelho e a vida útil remanescente da fonte de alimentação.

Quanto mais automatizada for a sua indústria, maior deverá ser a sua preocupação com o uso adequado de fontes de alimentação, com tecnologia a prova de curto-circuito e certificações que comprovem a sua qualidade.

Como você pode notar, reduzir as perdas de energia na sua indústria exige uma investigação completa que vai desde os equipamentos que você usa, até a maneira como eles são alimentados, sempre se atentando ao nível da sua produção e as exigências específicas da sua empresa ou do seu setor.

Depois dessas dicas, ficou mais fácil diminuir as perdas de energia elétrica na indústria? Se você gostou desse conteúdo, curta a nossa página no Facebook e descubra soluções incríveis da Balluff para o seu negócio!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.