Como-aumentar-a-produtividade-da-sua-empresa-em-5-passos-blog
Balluff Brasil
Balluff Brasil
11 de julho de 2017

Como aumentar a produtividade da sua empresa em 5 passos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

A produtividade é um tema que está cada vez mais em alta, sendo a meta de inúmeras empresas e indústrias. E isso não é por acaso. Além do acirramento da concorrência em diversos mercados, o Brasil ainda enfrenta um problema crônico de falta de produtividade quando comparado a outros países.

De acordo com uma pesquisa feita pela Conference Board, em 2013, os trabalhadores brasileiros produziram uma média de US$ 10,8 por hora trabalhada – a menor média entre os países latino-americanos. Para entender esse número pense que, se no Brasil um trabalhador consegue produzir 100 sapatos por mês, nos Estados Unidos esse número sobe para 200.

Diante de um cenário tão preocupante é normal que empresários e gestores busquem formas de aumentar a produtividade do seu negócio e de torná-lo mais competitivo dentro do cenário nacional e internacional. Esse é o seu caso? Então continue a leitura!

 

O que é produtividade?

Existem inúmeras maneiras de definir produtividade. Porém, a mais usada atualmente diz respeito ao quanto uma empresa ou indústria consegue produzir sem ter de contratar mão-de-obra nova ou realizar a compra de novos maquinários.

Se a sua empresa de um mês para outro consegue elevar a sua produção para 2X sem que você tenha tido que contratar mais pessoas ou comprar novas máquinas, então podem ter sido mudanças estruturais que contribuíram para esse cenário, como melhor qualificação da sua mão-de-obra, melhoria nos processos e no fluxo de produção, comunicação mais adequada, entre outros.

Mas, será que realmente a produtividade da sua empresa é baixa? Para calculá-la existem muitos métodos que você pode usar. O melhor é começar diferenciando a Produtividade do Trabalho (PT) – que mede a eficiência do trabalho – da Produtividade Total dos Fatores (PTF) – que inclui todos os seus fatores de produção, como as máquinas e os equipamentos.

Em geral, a PT é calculada dividindo-se o PIB da empresa pela quantidade de pessoas ocupadas ou pelo total de horas trabalhadas, enquanto a PTF é obtida dividindo-se o PIB pelo resultado de uma função matemática que considera o estoque de capital e a quantidade de trabalho.

Outras formas mais simples de calcular a produtividade é medindo o que foi planejado e o que foi entregue, a necessidade de retrabalho ou a quantidade de horas para cada tarefa.

 

Como posso aumentar a minha produtividade?

Depois de fazer esses cálculos e analisar a sua realidade, você notou que a sua produtividade está abaixo do ideal? Existem muitos pontos que podem estar influenciando negativamente a sua empresa e que podem contribuir para mudar esse cenário. Confira:

 

1. Automatize as tarefas e fique de olho no fluxo de trabalho

Muitas vezes, a perda de produtividade acontece pelo fluxo de trabalho ineficiente. Ou seja, não existem sequências lógicas para transmitir as informações e as atividades de um profissional para outro. Isso pode ser causado por deficiências comunicacionais ou até mesmo excesso de procedimentos e burocracias que fazem com que seus funcionários percam tempo importante que poderiam estar produzindo.

Para acabar com esse problema, primeiro, você precisará analisar o seu fluxo de trabalho e entender quais os motivos que estão levando a essa perda de produtividade. E, então, investir em tecnologias que possam lhe ajudar a tornar os processos mais enxutos e menos repetitivos. Essa é uma dica importante principalmente para os gestores, que também podem interferir negativamente na produtividade dos seus próprios negócios.

 

2. Treine os colaboradores

Como esperar ter mais produtividade se os seus colaboradores não possuem treinamento adequado para executarem suas funções? Investir em treinamentos internos e externos é uma ótima maneira de qualificar o seu time, reduzir o tempo de execução das tarefas e diminuir o retrabalho.

Não raro, as empresas ao reduzir custos resolvem “enxugar” os investimentos em capacitação, o que pode elevar os custos de produção e também de retrabalho, reduzindo a qualidade dos seus produtos e interferindo diretamente nas vendas.

 

3. Melhore a sua comunicação interna

Inúmeros são os casos de empresas que tiveram grandes problemas por não se atentarem a comunicação adequada entre seus membros. Um exemplo foi o incidente da Mars Climate Orbiter que ocasionou a perda de uma sonda espacial de 125 milhões de dólares que se preparava para entrar na órbita de Marte.

O problema ficou mundialmente famoso e é sempre muito usado para ilustrar a importância da comunicação já que ele foi causado devido a dificuldades na troca de informações entre as equipes de engenheiros que construiu a espaçonave e a responsável pela navegação da Califórnia – cada um dos times usava uma unidade de medida diferente.

É claro que esse é um exemplo de uma situação em que a falta de comunicação adequada é extremamente grave. Mas, dentro das empresas e indústrias, essa comunicação ineficiente também acontece, gerando a famosa “rádio-peão”, dificultando o entendimento das tarefas e, claro, reduzindo a sua produtividade.

Por isso, você poderá investir em canais como e-mails corporativos, murais de recado, intranet e outros, promovendo o diálogo e incluindo todos os colaboradores no dia a dia da empresa.

 

4. Monte planos de ação

Mesmo que você tenha uma comunicação eficiente, pode ser que a sua produtividade esteja baixa devido à falta de direcionamento dos seus times. Isso significa que muitos dos seus funcionários podem não ter ideia de qual tarefa devem priorizar, quais são os prazos de entrega, o que precisa ser feito e por quem, etc.

Ter definido um plano de ação é muito importante para que todos os trabalhos sejam entregues de acordo com o esperado e no prazo definido e pode ser extremamente importante para evitar o retrabalho e aumentar a produtividade.

 

5. Invista em tecnologia

Como você viu ao longo desse conteúdo, para aumentar a produtividade da sua empresa de uma forma sustentável não adianta apenas contratar mais mão-de-obra e investir em novos maquinários. Porém, uma forma efetiva de melhorar seus resultados é deixar os seus equipamentos também mais produtivos.

E isso pode ser conseguido por meio da tecnologia. Existem muitas novidades na área industrial que podem lhe ajudar, como sensores inteligentes que melhoram a comunicação entre seus equipamentos e ainda lhe indica o momento adequado para as manutenções, por exemplo, tornando o seu fluxo de produção mais efetivo e reduzindo as perdas de energia elétrica, materiais, entre outros.

Com essas dicas, ficou mais fácil aumentar a produtividade da sua empresa? Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse tema, deixe um comentário pra gente!

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.