5_razoes-para-comecar
Balluff Brasil
Balluff Brasil
12 de julho de 2018

5 razões para começar a usar os sensores industriais em sua fábrica

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

A concorrência no ambiente industrial torna-se cada vez mais acirrada. Assim, as empresas precisam de soluções para se destacar e aprimorar seus processos constantemente.

O uso de sensores industriais é uma das principais escolhas entre os negócios que se encontram nessa situação. Afinal, a automação industrial é uma verdadeira revolução que permite que as empresas tenham maior controle sobre os processos fabris, mais economia e um nível de excelência profissional muito mais alto.

A seguir, destacamos 5 principais razões para que sua empresa utilize os sensores industriais.

 

1. Melhoria da qualidade do produto

O uso de sensores para monitorar a produção permite um controle muito mais rigoroso da qualidade do produto. Isso porque além da versatilidade de aplicações (para a detecção da pressão ou medição da distância, por exemplo), os sensores industriais mantêm um padrão de qualidade a qualquer momento, monitorando os processos de forma precisa e confiável.

Como resultado, o risco de falhas que comprometem a qualidade do produto final é muito menor.

 

2. Mais segurança para os trabalhadores e para as máquinas

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil é o 4o país com o maior número de acidentes de trabalho no mundo. Ao utilizar sensores industriais sua indústria reduz o risco desses males, tornando-se uma exceção à estatística.

Utilizados em conjunto com outros sistemas de automação, os sensores industriais tornam o ambiente de trabalho mais seguro. Com a solução completa em automação é possível não apenas monitorar os processos, como também emitir alertas sonoros e luminosos, caso haja algo errado.

Se as mãos do colaborador estão ao alcance da máquina, por exemplo, o sensor interrompe o processo, evitando um acidente. Se a pressão ou a temperatura em um tanque ultrapassa o nível aceitável, os sensores industriais também identificam a falha de maneira muito mais prática.

Em resumo, os sensores evitam prejuízos à saúde dos colaboradores e também às máquinas de toda a fábrica.

 

3. Aumento da produtividade da equipe

Ao facilitar o monitoramento por meio da tecnologia, os sensores industriais impulsionam a produtividade da empresa. Além do trabalho dos dispositivos ser mais eficiente que o processo manual, em questão de velocidade e precisão, os sensores auxiliam nas atividades que só podem ser feitas pelas pessoas.

Dessa forma, os equipamentos aumentam tanto a produtividade da equipe, quanto da empresa como um todo.

 

4. Mais economia para a indústria

Uma vez que alavancam a produtividade, promovem melhorias na qualidade do produto e na segurança, os sensores industriais ajudam a empresa a economizar. A redução dos custos está relacionada à maior competitividade do negócio, à redução dos acidentes e quebras ou paradas de máquinas e também à análise detalhada do processo que os dispositivos proporcionam.

Integrados à tecnologia IO-Link, por exemplo, os sensores transmitem uma grande quantidade de dados que serve de insumo para a definição de estratégias inteligentes de negócio. Assim, além de checar o que já aconteceu no processo, é possível analisar o que pode ser feito para evitar falhas e otimizar ainda mais a produção no futuro.

 

5. Sensores industriais introduzem sua fábrica à era da indústria 4.0

A 4a revolução industrial já é uma realidade mundial. E os sensores industriais são a porta de entrada para essa nova era tecnológica, que integra sistemas físicos com a internet. Afinal, a automação é um dos pilares da revolução, juntamente com a Internet das Coisas (IOT) e a computação em nuvem.

Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.