5-problemas-gerados-pela-lentidao-em-seus-processos-industriais-blog
Balluff Brasil
Balluff Brasil
11 de julho de 2017

5 problemas gerados pela lentidão em seus processos industriais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Administrar uma empresa e torná-la competitiva e forte não é uma das tarefas mais simples. Quando o negócio envolve a produção industrial, isso é ainda mais complicado e exige uma visão sistêmica de todos os setores.

A lentidão nos processos industriais é algo extremamente perigoso e se não é identificado e combatido a tempo pode se transformar em uma fonte de prejuízo significativo, tornando a sua indústria menos capaz de competir no seu setor.

Quer saber como evitar essa questão e se tornar ainda mais forte dentro do seu nicho de atuação? Continue a leitura e veja as informações importantes que separamos!

O que é gargalo de produção?

Gargalo de produção é o nome dado quando alguma etapa de produção está mais lenta que as demais. Imagine a sua cadeia produtiva, todas as etapas estão funcionando em uma velocidade semelhante, mas então uma delas começa a se tornar mais lenta, interferindo em todo o seu processo produtivo e lhe trazendo inúmeros efeitos negativos.

Essa etapa mais lenta é chamada de gargalo de produção e conseguir identificá-la e solucioná-la rapidamente é extremamente importante e evitará que você sofra com custos adicionais.

Quais problemas os gargalos de produção podem me trazer?

Ainda não está convencido de que combater os gargalos de produção é algo importante? Veja alguns pontos que eles podem influenciar negativamente na sua indústria:

1- Produtos de baixa qualidade

Se o seu problema está relacionado ao mau funcionamento da sua linha de produção, os resultados serão sentidos no seu item final produzido. Máquinas com defeitos ou que não estão operando na sua capacidade ótima podem acabar produzindo produtos de baixa qualidade que, certamente, não agradarão a sua clientela final, diminuindo suas vendas e seus lucros.

Além do maquinário, o gargalo na linha de produção também pode ser causado por processos lentos, funcionários sem capacitação técnica para operar os equipamentos, fornecedores desqualificados e processos incapazes.

2- Lentidão na entrega nos pontos de venda

A logística para a entrega dos produtos pode ser um gargalo significativo em empresas que sofrem com a lentidão dos processos. Muitos ainda trabalham com a checagem manual da produção a ser entregue, o que necessita de uma grande quantidade de funcionários e de horas extras de trabalho. Toda essa morosidade acaba se refletindo na lentidão para escoar os produtos.

Pode até ser que a sua fábrica tenha uma produção relativamente rápida, mas ao chegar à parte de conferência do que será enviado para qual cliente, a falta de tecnologia acaba atrasando o escoamento dos produtos, o que pode causar dificuldades para cumprir prazo de entrega e até a falta recorrente do seu item nos pontos de venda.

É claro que isso também acaba manchando a imagem do seu negócio, além de diminuir a confiança dos clientes e dos distribuidores que podem passar a trabalhar com outras empresas capazes de cumprir os prazos ou de ter entregas mais rápidas.

3- Falta de controle do estoque

Como é feito o controle de estoque na sua companhia? Infelizmente ainda é comum que muitas empresas de todos os portes trabalhem com o controle de estoque manual, feito por funcionários que são responsáveis por diariamente (ou semanalmente) conferirem cada item.

Nem é preciso dizer que esse é um trabalho bastante demorado e que acaba estando sujeito a erros como a falta de controle preciso do que ainda possui e do que precisa ser comprado. Isso pode se refletir em compras de matéria-prima em excesso ou até mesmo na falta de algum item importante, comprometendo a produção.

Se você não sabe como está o seu estoque, de que forma poderá planejar os demais passos da sua produção? Por isso, ter acesso a dados fiéis e confiáveis é extremamente importante e pode colocar em risco a sua produção e a estimativa de custos.

4- Cadeia produtiva é lenta como um todo

Você sabe definir qual é o tempo ideal em toda a sua cadeia produtiva? Em todas as indústrias existe um ritmo médio necessário para que você se torne competitivo e consiga produzir mais e oferecer mais itens aos seus revendedores.

Mas, nem sempre isso é algo simples. A falta de informatização pode contribuir para que os gestores não consigam definir qual é o ritmo médio adequado e por isso, muitas vezes, é quase impossível identificar quando alguma das etapas está mais lenta do que deveria ou quando a produtividade está abaixo do ideal.

5- Processos burocráticos que encarecem seus produtos

A movimentação dos funcionários dentro da indústria também pode tornar os seus processos industriais mais rápidos ou mais lentos e isso está atrelado às burocracias internas que os próprios gestores criam.

Se os seus funcionários perdem tempo com procedimentos extras que não trazem nenhuma vantagem ao seu negócio, você estará comprometendo a sua linha de produção e diminuindo a sua capacidade produtiva.

Muitas vezes, empresas com problemas de excesso de horas extras, na verdade, sofrem com o excesso de burocratização e hierarquização em seus processos. Isso, obviamente, se reflete em custos adicionais que podem interferir na competitividade do seu produto.

Como acabar com esses gargalos produtivos e dar mais agilidade a minha produção?

Acabou se identificando com alguma das situações acima? Não precisa se desesperar. Existem muitas soluções tecnológicas capazes de resolver esses gargalos e darem mais agilidade a sua produção, como:

  • tecnologia RFID para controle do estoque, facilitando para os funcionários terem acesso preciso a quantidade de cada material, data de validade e outras informações importantes;
  • sistemas de gerenciamento que acompanham todos os pontos da sua cadeia produtiva, ajudando os gestores a entenderem quanto tempo é demandado em cada atividade e quais são os pontos que merecem atenção;
  • sensores e itens de automatização industrial, que favorecem a sua produção, tornando-a mais rápida e dinâmica e ainda oferece mais qualidade aos seus produtos finais;
  • sistemas e tecnologia RFID também para os itens produzidos, ajudando os responsáveis a localizarem rapidamente para qual local determinada produção deverá ser entregue e em qual prazo;
  • sistemas de gestão para diminuir a burocratização dos processos e tornar mais rápida a tomada de decisão dos seus funcionários e a integração entre os setores.
    Já está convencido de que a lentidão nos processos industriais é algo que deve ser combatido? Se você gostou desse conteúdo, curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas interessantes como essa!
Fique à vontade para compartilhar sua experiência ou tirar alguma dúvida que tenha ficado
Se nossa matéria ajudou você, gostaríamos muito de saber como! Isso vai nos ajudar a criar artigos cada vez mais úteis para você.